As exéquias de D. João V e a aclamação de D. José I, segundo o testemunho de um comerciante de Lisboa